quarta-feira, 22 de outubro de 2014

MARCOPOLO COMEMORA A VENDA DE MIL UNIDADES DO NOVO TORINO

Foto: Eduardo Ginaid – Matéria: Adamo Bazani.
   Torino é produzido desde 1983. A nova versão foi lançada em dezembro do ano passado e já atingiu a marca de mil unidades comercializadas.
   Ficar mais de 30 anos em linha de produção não é para qualquer modelo de veículo, ainda mais no setor de pesados, cujo ciclo de produção de um modelo, normalmente com a troca de nome, é de em média 10 anos.
   Claro que desde 1983, quando começou a ser comercializado, o Torino mudou acompanhando o desenvolvimento da indústria e também do design exigido pelo mercado.
   A primeira unidade foi feita em 1982 na planta da encarroçadora Eliziário, em Porto Alegre, nesta época já adquirida pela Marcopolo, como sucessor do Marcopolo Veneza, também considerado um modelo de êxito. Mas a produção em linha é de 1983. No ano de 1986, a produção foi transferida para a fábrica da Marcopolo em Ana Rech, também em Caxias do Sul. O ano de 1999 foi marcante também para o Torino, que entrava numa nova geração. Uma nova geração em relação ao aperfeiçoamento estético e funcional e porque começava a ser produzido na planta da Ciferal, no Rio de Janeiro.
   Em 13 de dezembro de 2013, após várias versões, a Marcopolo lançou uma nova geração de Torino. Menos de um ano depois, nesta terça-feira, dia 21 de outubro de 2013, a Marcopolo anuncia que já foram comercializadas mil unidades do Novo Torino, ou New Torino, como alguns chamam no mercado.
   A unidade número mil é encarroçada sobre chassi da Mercedes-Benz e vai prestar serviços pelo Consórcio Parangaba ao sistema de transportes de Fortaleza, no Ceará.
   Em nota à imprensa, o diretor de operações comerciais da Marcopolo, Paulo Corso, considera o modelo um dos maiores sucessos da indústria brasileira de ônibus urbanos.
   “As características de conforto, segurança e robustez sempre foram marcas do seu sucesso. Com certeza, estes foram os atributos que permitiram conquistar os empresários do setor e alcançar este expressivo resultado”, explica o executivo.
   Para se ter uma ideia, desde quando começou a ser produzido em linha, em 1983, até este primeiro semestre, foram vendidas no mercado nacional 102 mil unidades do Torino. Para o mercado exterior, foram 20 mil ônibus deste modelo exportados.
   Na nota, a Marcopolo destaca algumas das características da nova geração do Torino:
“Com visual moderno e tecnologia aplicada a favor da funcionalidade, conta com sistema multiplex redesenhado, painel de instrumentos com tela colorida de LCD de 3,5 polegadas, sistema de ar-condicionado opcional, novos conjuntos ópticos traseiro e frontal com luz diurna, que agrega mais segurança no trânsito urbano. Com capacidade para transportar 47 passageiros, o Novo Torino possui maior largura interna, que garante amplo espaço para circulação, iluminação interna em LEDs e poltronas preferenciais para idosos, gestantes e/ou deficientes. As poltronas City são mais ergonômicas, contam com novos apoios de cabeça, que facilitam a movimentação dos passageiros, além de moderna decoração. Outra inovação é o sistema de campainha com acionamento de chamada de parada por botão (sem fio). A Marcopolo Rio está localizada em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, tem capacidade para produzir mais de 7.500 unidades por ano e conta com aproximadamente 2,6 mil colaboradores” – diz a nota.

Por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN

Nenhum comentário:

Postar um comentário