sábado, 20 de fevereiro de 2016

SISTEMAS PELO BRASIL - SALVADOR

Hoje trazemos aos seguidores, especialmente os baianos, um pouco da historia e atual sistema urbano da capital baiana. O Sistema de Transporte Coletivo Por Ônibus de Salvador (STCO), é o serviço urbano de transportes da capital baiana. Sendo o principal meio de transporte da cidade, é complementado pelo Subsistema de Transporte Especial Complementar (STEC), caracterizado pelo serviço prestado pelos midibus amarelos, ele auxilia o STCO afim de atender as áreas que não recebem as linhas e operações do sistema principal. O antigo regime de Permissão Outorgada, que basicamente se resume na operação de linhas ofertadas pelos órgãos reguladores através das operadoras afiliadas ao sistema urbano, vinha sendo realizado desde 1992 e foi extinto no ano de 2015 devido as problemáticas das empresas afiliadas que deixaram de operar algumas linhas prejudicando assim boa parte dos usuários soteropolitanos.

A fim de minimizar essas pendências e sanar os problemas antigos com o transporte da cidade a prefeitura municipal lançou em 3 de abril de 2014 a concorrência pública para operação do novo sistema de transportes urbano de salvador (INTEGRA). Assim foram preestabelecidas novas regras firmando as seguintes condições: concessão por vinte e cinco anos; idade média da frota de três anos e meio (a partir do ano de 2016), reajuste tarifário anual regido pelo IPCA; veículos de motorização euro 5 (respeitando as leis e padrões ambientais PROCONVE P7); entrada pela dianteira; acessibilidade em toda a frota; GPS; itinerários eletrônicos auxiliares. 

Com a licitação foram formados consórcios com as empresas antigas (que se interessaram e atendiam aos pré-requisitos do edital) Cada um dos três consórcios formado por essas empresas é responsável por uma das três áreas operacionais da cidade (bacias identificadas por cores) com o propósito de reordenamento e otimização das linhas. São eles:
• Área A Amarelo, com 129 linhas, foi concedida ao consórcio Integra Plataforma (Plataforma Transportes SPE S/A), formado pelas empresas Praia Grande, Axé, Boa Viagem e Joevanza. 
• Área B Verde, com 145 linhas, foi concedida ao consórcio Integra OT Trans (Ótima Transportes de Salvador SPE S/A), formado pelas empresas São Cristovão, Expresso Vitória, Modelo, RD, Transol, Triunfo, União e Unibus Bahia.
• Área C Azul, com 158 linhas, foi concedida ao consórcio Integra Salvador Norte (CSN - Transportes Urbanos SPE S/A), formado pelas empresas BTU, ODM, Verde Mar e Viação Rio Verde.

A cidade conta com 6 terminais, alguns denominados de estação, são eles: Estação Pirajá, Estação Mussurunga, Estação da Lapa, Estação Iguatemi, Terminal do Aeroporto e Terminal da França. Apenas as estações Mussurunga e Pirajá que são integradas, ou seja onde o passageiro pode acessar outras linhas sem pagar outra tarifa. E não podemos esquecer do valor da tarifa atual que custa 3,30; ressaltando que foi o primeiro reajuste desde a implantação do sistema integra no ano de 2015.

Um comentário:

  1. Dentre os terminais, a Estação Iguatemi foi extinta, dando lugar a uma estação de metrô. Faltou no texto o Terminal da Barroquinha.

    ResponderExcluir