sábado, 22 de julho de 2017

YET GO, PLATAFORMA DE MOBILIDADE URBANA E CONCORRENTE DA UBER, CHEGA A ARACAJU

Resultado de imagem para yet go aracaju
Plataforma que oferta serviços de transporte privado, o Yet GO tem o objetivo de inovar o mercado de mobilidade urbana. Lançado no ano passado, o aplicativo está em fase de cadastramento de motoristas e usuário sem Aracaju, com previsão de início da atuação em agosto.


Além dos carros executivos e comuns, onde as corridas custam 40% a menos que em outras empresas, a Yet Go dispõe de mototaxi e motofrete, segmentos que nenhuma outra empresa possui. Em pouco tempo, seu sucesso como franquia já ultrapassa os limites marcando presença em boa parte das capitais brasileiras com o propósito de ser a melhor plataforma de mobilidade urbana do país, especialmente, considerando-se custo/benefício.
Concorrendo diretamente com outras empresas do segmento, o app oferece valores mais baratos na corrida, com serviços de carro comum, executivo, mototaxi e motofrete. Criada no Pará, a startup é considerada a 2ª maior do Brasil. Lá, o Yet Go já está disponível em Belém, Ananindeua e Marituba. O serviço já chegou nas cidades de Castanhal, Marabá, Parauapebas, Fortaleza, Recife, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Curitiba.  Atualmente, são quase 500 mil usuários e 30 mil motoristas cadastrados em todo o Brasil.
O App tem uma parceria com a Federação Nacional dos Mototaxistas e Motoboys do Brasil (Fenamoto), a qual indica a todos os seus associados à plataforma. Estima-se que exista 5 milhões de associados e que cada profissional realize uma média de 20 corridas diariamente, com uma margem de 100 milhões de corridas por dia no Brasil. Neste ano, a meta de expansão continua. Agora, ultrapassando as fronteiras internacionais, com o mesmo modelo de negócio.
O principal foco da startup é direcionado ao espírito empreendedor de quem desejar “comprar” a ideia e agregar valor à empresa. Para fazer diferença e alcançar o sucesso no mercado, a plataforma criou meios diferenciados, que atendem e se comunicam diretamente com o cliente, através de mídias sociais, equipe de criação, suporte 24h, e uma relação direta com o franqueado.
Os investimentos na franquia começam com R$50.000,00 a R$300.000,00, variando de acordo com o número de habitantes da cidade. Em contrapartida, o franqueado recebe todo o suporte da franqueadora, através dos setores especializados em mídias sociais, criação de arte e divulgação nos meios de comunicação. Em cada unidade, é investido 60% do faturamento da franquia, que permanece com 40% da receita da unidade franqueada, arcando com todas as despesas de suporte e tributação.
A tarifa cobrada é de R$ 1,70 para o carro comum e R$ 2,00 para o carro de luxo, a cada quilômetro percorrido. A tarifa base é de R$3,00. Comparando com a bandeira 1 do táxi comum, ao utilizar o serviço pelo aplicativo, os usuários têm uma economia de até 40%. Com relação ao táxi de aeroporto, o aplicativo fica entre 50% e até 70% mais barato, dependendo da cidade.
O Yet GO está disponível nas versões Android e IOS e o seu download é gratuito. Os motoristas também podem se cadastrar pelo site www.yetgo.com.br.
Parceria com taxistas
O Yet Go pretende ser “parceira” dos taxistas – que são contrários à atuação desse tipo de empresa no país. Um dos principais diferenciais do aplicativo é permitir que pessoas comuns se tornem colaboradores, mas que os taxistas e até moto taxistas sejam cadastrados à plataforma também.
“A nossa ideia é que os taxistas ganhem desconto quando forem chamados pelo aplicativo. Diferente dos carros motoristas de carros comuns e de luxo, os taxistas não pagam nenhuma porcentagem para a empresa. Pagam apenas uma tarifa fixa de R$2,00, independente do valor da corrida. Em alguns Estados, como Recife, as cooperativas de taxi já aderiram ao Yet GO”, explicou Alberto de Souza Júnior, sócio-fundador e diretor de operações da plataforma.
Com informações do Portal da Feira e Jornal da Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário