quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Investimentos com recursos do FGTS para o setor de renovação de frota será de 28 bilhões de reais até 2021


Apesar da crise política, que afunda moralmente mais e mais o nosso Brasil, arrastando-o para o fundo do poço, existe uma luz no fim do túnel. Pelo menos, em termos de saída da crise econômica. A verba disponível para financiamento de setores importantes como saúde, educação, saneamento básico, mobilidade urbana e outros setores importantes, com recursos oriundos do FGTS (Fundo de garantia do tempo de serviço) chega a impressionante cifra de R$ 330 bilhões.


Desse valor previsto, a partir de 2018 até o ano de 2021, serão disponibilizados 7 bilhões de reais anuais para o programa "Pró-Transporte", cujos recursos estarão disponíveis para o setor público concomitante ao privado para investimentos em mobilidade urbana e renovação de frota.

É uma iniciativa muito importante para um setor combalido, que anualmente reduz fortemente os investimentos no setor em função da crise econômica, e dos "desestímulos fiscais" (como fim de isenção de impostos, juntamente com aumentos), queda na demanda (faremos uma publicação par explicar esta situação atual na grande Aracaju) e que vê nesta iniciativa (ainda tímida do governo federal) uma forma de alavancar investimentos no setor.

Com informações do colunista de transportes Adamo Bazani.

Nenhum comentário:

Postar um comentário